Articles

Como comprar voos baratos na internet

by Ritchie S. Ritchie Sousa

Esta não é mais uma página sobre os tão populares voos low cost ou baixo custo. O que pretendo aqui é dar umas dicas de como conseguir verdadeiras pechinchas em viagens para os mais variados destinos.

Nos anos 2000 a minha geração deparou-se com uma revolução na forma de viajar, especialmente na Europa. O lendário Interrail, que ainda nos fazia sonhar, começava a ser substituído pelo fenómeno das companhias aéreas de baixo custo, as chamadas low cost. O termo pegou moda e passámos a ter hotéis low cost, roupa low cost, casas low cost, jantares low cost. O interrail esse, tornou-se demasiado caro e restritivo num mercado que procura sobretudo rapidez e escapadinhas de fim de semana.

As primeiras companhias low cost a dar que falar em Portugal foram a Ryanair e a Easyjet. Com uma politica de marketing agressivo eram comuns nos primeiros da Ryanair verdadeiras pechinchas. Quem não se lembra dos voos por 0,01€ para vários destinos da Europa, que vinham depois acrescidos de uns inevitáveis 6€ de taxas de cartão de crédito pelo pagamento?

Eu próprio em Agosto de 2009 fiz 3 voos a 1€ cada (mais os tais 6€ por trajecto). Voei do Porto para Madrid, depois de Madrid para Barcelona e, após 15 dias à boleia por França regressei ao Porto voando desde Marselha. Vinte e um euros pelos 3 voos. Ainda assim bem bom, não?

Com tempo essas campanhas foram ficando mais raras, mas ainda assim são frequentes os voos para a Europa ou agora, para os Açores, por preços a rondar os 10€, sem acréscimo dessas ridículas taxas de pagamento com cartão de crédito.


Voar low cost

Se está e pensar em low cost tenha em mente os seguintes aspectos:

  • Voar numa companhia low cost não significa necessariamente que a sua viagem vai ser mais barata. Use motores de busca que permitam a comparação de preços de várias companhias para a rota pretendida como por exemplo o Skyscanner ou o Momondo. Por vezes fica quase ao mesmo preço voar numa companhia de bandeira, especialmente se necessitar de bagagem;
  • A bagagem é um do problemas das low cost. Por norma a bagagem de porão é paga à parte e a preços nada simpáticos. Se a bagagem de mão não lhe chega, é possível que ao adicionar bagagem a viagem fique bem mais cara do que numa companhia convencional. Para além disto, tenha em atenção as regras da bagagem de mão, não só os artigos proibidos como as dimensões da mesma. Se chegar à porta de embarque com uma bagagem que exceda as medidas a companhia pode obriga-lo a pagar por isso (bem caro!!);
  • Muitas vezes, para reduzir os custos operacionais as companhias low cost voam para aeroportos secundários ou muito afastados das cidades o que, para além do custo da ligação de autocarro ou comboio, implica por vezes mais de uma hora de viagem!;
  • Low cost não oferece refeições. Já as casas de banho, por enquanto, ainda são gratuitas


Principais companhias low cost a operar em Portugal

  • Ryanair
  • Easyjet
  • Transavia
  • Vueling
  • Wizz Air
  • Flybe
  • Jet2.com
  • Norwegian Air
  • TUIfly
  • Monarch
  • Germanwings



Voos baratos para fora da Europa

Para quem está menos familiarizado com o meio, tenha em atenção que as companhias low cost não operam viagens intercontinentais, pelo menos para já. Isto é, para rotas muito longas já que há companhias low cost que voam para o Norte de África e Médio Oriente, como a Ryanair, Easyjet ou Transavia (embora não a partir de Portugal).

Se procura um voo regular para o continente americano ou asiático, por exemplo, terá de voar numa companhia “comum”. Mais uma vez os comparadores de preços que referi acima são uma ferramenta fundamental.


Sponsor Ads


About Ritchie S. Junior   Ritchie Sousa

0 connections, 0 recommendations, 8 honor points.
Joined APSense since, January 5th, 2018, From Lisboa, Portugal.

Created on Mar 21st 2018 11:59. Viewed 2,342 times.

Comments

No comment, be the first to comment.
Please sign in before you comment.